segunda-feira, 4 de junho de 2012

HOMENS GROSSEIROS


HOMENS GROSSEIROS

Suely Pavan Zanella
Um dos temas que algumas pessoas pesquisam no Google e que as fizeram entrar no meu blog, foi a grosseria masculina. Muita gente quer saber se um homem grosseiro tem cura?
Antes, porém, de começar a escrever sobre isto, quero fazer uma distinção: Este texto foi escrito para mulheres, e não para meninas. Na minha convivência com as últimas noto que elas não estão preocupadas se um cara é grosseiro ou não, elas querem apenas estar com ele.
O texto também é direcionado para mulheres que lidam muito bem com sua feminilidade e que adoram homens gentis.
Mulheres femininas, portanto, detestam homens grosseiros, daqueles que falam alto em qualquer lugar, são incapazes de abrir a porta do carro para elas entrarem, as tratam como “mulher minha”, palitam os dentes em restaurantes, cospem na rua, e quando na calçada sempre as deixam do lado de fora.
Embora hoje as mulheres saibam se defenderem muito bem, gestos de gentileza e atenção são sempre bem vindos. Somos um pouco Fiona, ou seja, sabemos sair do castelo e lutar contra os inimigos sozinhas, mas adoramos estes gestos cavalheiros. E o cavalheirismo não está fora de moda.  
Claro que existem mulheres que de tanto conviver com homens grosseiros acham que não existem mais cavalheiros no universo, mas elas estão erradas. Basta prestar atenção nos homens desde o primeiro contato com eles. A gentileza de um homem se expressa em qualquer lugar: no ônibus, no trânsito, no carro, nas redes sociais, etc e tal.
Muitas vezes um homem é grosseiro por pura falta de educação em casa. Os homens aprendem com seus pais, e na forma que estes tratavam as suas mães. Muitos homens viram os seus pais tratando a mãe de qualquer jeito e os imitam. Outros apesar da boa educação em casa, começaram a frequentar pessoas rudes, simplórias, e que acham educação uma grande “frescura”, e se tornaram grosseiros. Mas nunca é tarde para um homem se tornar gentil, basta querer.
Se a maioria das mulheres aceita “qualquer coisa” de um homem, a tendência é que daqui a pouco a grosseria seja a marca registrada masculina. Há uma diferença enorme entre homens que convivem apenas com homens e aqueles que estão acostumados com mulheres de verdade.
Quando um homem, por exemplo, só sai com amigos e acha que mulher é apenas um passatempo, tenderá à grossura, já que tratará a mulher como uma “coisa”.
Tratar o outro como ser humano faz toda a diferença, e salvo em situações extremas: gente gosta de ser tratada como gente.
Se ele ao contrário, passa na tua frente, e quando você reclama diz: Mas vocês não queriam o feminismo e direitos iguais? Já denota ser um troglodita na abordagem.
Se chega num lugar com você, e ao invés de ficar ao seu lado ele a deixa sozinha a noite toda e fica batendo papo com os amigos, ou andando sozinho para cá e para lá, você está diante de um homem grosseiro, que não te inclui. Este tipo de homem precisa apenas de companhia para chegar, mas não sabe bancar o troféu que exibe aos amigos. Não cuida não se importa. O que esperar deste ser?
Se ele nunca a deixa complementar uma frase sequer, se desqualifica tudo o que você faz ou expressa, se torce mais contra você do que a favor. O que você pode esperar deste homem que acredita que qualquer argumento seu não passa de bobagem?
Se ele tem certeza de que você é apenas um objeto que deve estar disponível quando ele quiser sair, ou transar, ou ainda acha “bobagem” que você se organize para se arrumar para sair com ele. Que respeito ele tem por suas necessidades e sua vida?
Se ele acha normal te constranger em lugares públicos comportando-se como um menino mimado que fala alto, ou é respondão na frente dos outros. Que tipo de respeito você pode esperar deste homem?
Mulheres com baixa autoestima apenas para não perderem seus homens tendem a aceitar quase tudo deles. Hoje é uma grosseria verbal, amanhã um beliscão, depois um soco... E elas tudo aceitam!
Não acreditam que existam bons homens. Quando se deparam com homens bons e gentis os acham se graça. Preferem os cafajestes que por si só já são grosseiros, já que não respeitam nenhuma mulher.
Lembre-se que a vida é tecida apenas com a complementaridade. Se uma mulher complementar e tudo aceitar de um homem grosseiro é claro que ele não mudará.
A princípio é muito difícil mudar um homem grosseiro, ele é no fundo um ignorante que crê que mulher pode ser tratada de qualquer jeito. Ele nem sequer percebe as diferenças psicológicas entre homens e mulheres, e muito menos o que são meninas e mulheres femininas na modernidade. Trata todas as mulheres de forma genérica.
Mulheres femininas ao contrário, sabem que a conquista é diária e que a gentileza faz parte dela. Elas não aceitam qualquer coisa de qualquer um.
Elas tratam-se bem, respeitam-se. E se assim agem, raramente irão conviver com um cara grosseiro, e que as trata mal.
Portanto, respondendo à pergunta da pesquisa feita em meu blog: Grosseria tem cura?
Não tem! Verniz, educação, fineza são aprendizados constantes, aqueles que se aprendem observando, mudando crenças pessoais e principalmente não confundindo com pobreza. Há homens pobres muito gentis, e ricos que são a grosseria em pessoa.
A maioria das pessoas associa pobreza financeira com grosseria, e elas estão redondamente enganadas. Os simplórios, ou aqueles que se regozijam no pobrismo, acham a grosseria uma grande qualidade. Porém, pobrismo é diferente de pobreza financeira.
Para concluir, acho recomendável que você fuja logo no primeiro encontro de um homem grosseiro. Isto evitará dissabores futuros.   

5 comentários:

Elaine Lima disse...

Muito interessante, adorei, absolutamente verdadeiro, homens tem que tratar sua mulher como uma jóia preciosa, aliás porque toda mulher mereçe.

Amadurecer & Viver disse...

Com Certeza, afinal eles precisam das mulheres para serem felizes, para se tornarem completos.

Amadurecer & Viver disse...

Verdade o homem tem que tratar as mulheres bem, pois precisam das mulheres para tudo.

Edilene B.Silva disse...

Ola me chamo Rogério.
Minha namorada terminou comigo pelo meu jeito de ser "grosseiro,ogro" mas não como vc comentou no blog!
Sou um homem romantico,faço tudo q vc disse e um pouco mais.
Ela disse q sou perfeito q me ama!
Mas com esse jeito ela não aceita.
Não sou sempre assim,ajo sem perceber.
Sei q muitas mulheres podem me julgar,mas estou reconhecendo meu erro,quero mudar! Pois sem ela não sei viver!!!
Gostaria de saber se existe algum tratamento?
Grato Rogério...

Suely Pavan Zanella disse...

Olá, Rogério
Escrevo para responder à sua pergunta.
Não fica claro em que tipo de grosseria você se encaixa, já que sua ex diz que vc é um homem perfeito.
Os tratamentos dependem do tipo de grosseria, se é que no teu caso elas existem. Variam desde cursos de etiqueta, até psicoterapia.
Mas antes de tudo analise se de fato você é grosseiro.
Boa sorte!
Suely Pavan Zanella